Manifesto do Espírito Livre

Tenho uma verdade a dizer. Queridos amigos e ilustres desconhecidos, a verdade que tenho a partilhar com todos é esta: CANSEI. Cheguei ao meu limite. Cansei de disse-me-disse, cansei de pessoas que dizem uma coisa e fazem outra, cansei de hipocrisia, cansei de falsidade. Cansei de ver seres humanos maltratando outros seres humanos, cansei de ver pessoas maltratando animais e o próprio planeta onde vivem, cansei de testemunhar pessoas que dizem que querem salvar o mundo e lutar contra a injustiça a serem tiranos dentro da sua própria casa.

Cansei da estupidez humana.

Cansei de tentar fazer parte de um sistema sócio-político-econômico ao qual não me encaixo. Não, eu realmente não me encaixo. Quem me acompanha mais de perto sabe o quanto lutei para “fazer parte” desse sistema ou para tentar dar um pouco de esperança às pessoas, para que elas não se sentissem tão sufocadas quanto eu me sinto. Alegro-me em saber que posso fazer algo que venha a aliviar o stress ou sofrimento alheio; a minha alma sorri quando consigo levar um pouco de alegria e paz às pessoas. Mas, após uma série de experiências frustrantes nos últimos tempos, confesso que perdi um pouco de força para tentar fazer o que quer que seja estando somente num lugar. Entretanto, isto está longe de ser um lamento, pois todas as experiências são extremamente importantes, mesmo aquelas que não saem como o planejado; sou grato a cada pessoa que esteve ao meu lado durante uma experiência ou situação. E, pensando bem, talvez ajudar ou partilhar experiências somente com um determinado grupo ou comunidade não seja justo.

Portanto, chegou a hora de assumir plenamente o que sou: um ESPÍRITO LIVRE!

E, como tal, sairei pelo mundo a espalhar a mensagem que me foi confiada pelo Universo, irei de lugar em lugar cumprindo a minha missão neste plano terreno. Não farei parte de nenhuma sistema – serei o meu próprio sistema. O meu sistema é baseado na troca, seja de experiências, seja de serviços, seja de ideias. O meu sistema é baseado na cumplicidade e confiança entre os seres humanos. O meu sistema é baseado naquilo em que acredito ser o mais importante na vida, aquilo que nos define como pessoas e seres espirituais – o meu sistema é baseado no AMOR. Saio em busca de pessoas genuínas, pois sei que elas existem, felizmente já conheci algumas nesta minha caminhada terrestre; cheguei a encontrar anjos de carne e osso. É possível! Sim, milagres acontecem! Mas não acontecem se ficarmos sentados no sofá ou a reclamar da vida ou a contar dinheiro mesmo quando não se precisa fazê-lo ou a viver apressado e sem tempo, mesmo num dia de descanso. Não, eu não me encaixo nesta correria louca e desenfreada do Capitalismo. Eu não acredito que não tenho tempo – eu sou o senhor do meu tempo, não sou controlado por ele. Mas só consigo fazer isso se de tempos em tempos eu disser para mim mesmo:

SLOW DOWN.

Sim, temos que desacelerar, pois só assim conseguimos sentir novamente a vida. Só assim podemos perceber o quão importante é o nosso contato com a natureza, o quão lindo é parar e admirar uma flor ou uma borboleta a voar, o quão necessário é sentir-se os aromas que nos são dados generosamente pela Grande Mãe, todos os gostos, abraços e laços que construímos… Não podemos continuar a viver uma vida em que mal temos tempo para respirar; quanto mais para pensar; quanto mais para sentir… E é no SENTIR que está o verdadeiro sentido da vida.

A minha viagem começa em 18/07/19, uma viagem sem data prevista de volta. Saio sem chaves de casa, viajo como o PEREGRINO que sou – e, como tal, sei como a viagem começa, a percorrer o CAMINHO DE SANTIAGO. Como a viagem termina? Não sei dizer. Quando a viagem termina? Não sei. Se a viagem termina um dia? Não me interessa saber agora. Não preciso saber todos os detalhes do caminho para percorrê-lo, só preciso percorrê-lo com FORÇA, FÉ, CORAGEM e DETERMINAÇÃO. Também não saio em busca de uma vida difícil; tampouco quero uma vida fácil demais. O que busco é uma VIDA VERDADEIRA – viver plenamente aquilo em que acredito. O meu plano é não ter planos: vou aonde o meu coração me disser para ir; fico o tempo que o meu coração achar que devo ficar. Cada dia nascerei ao amanhecer cheio de gratidão e amor dentro do peito e morrerei à noite em paz, para renascer no dia seguinte. Assim, viverei cada dia como se fosse único, como se fosse o último (se uma pessoa vive cada dia da sua vida como se fosse o último, a vida torna-se mágica!). E assim viverei a vida intensamente e darei o máximo de mim, como deve ser.

Como está escrito.

Este é o MANIFESTO DO ESPÍRITO LIVRE. De um espírito livre que tem plena consciência de estar vivendo uma experiência terrena, e não um ser humano que está a tentar ter uma experiência espiritual. Celebro aqui e agora o meu ESPÍRITO, celebro aqui e agora a minha LUZ, celebro aqui e agora o que sou verdadeiramente. Sou um ser ÚNICO, a minha experiência só pode ser vivida por mim e mais ninguém. Mas no fundo do ser há uma Luz, há um Guia, há algo que me conecta a você que lê estas linhas. Por isso, estamos todos juntos, fazemos parte de uma grande ALMA, de uma FONTE donde todas as coisas e seres provêm. E, sempre que precisarmos, sempre que nos sentirmos perdidos, há algo lá dentro que é a voz do nosso coração, algo chamado INTUIÇÃO. Um espírito livre não segue a sua cabeça; um espírito livre segue a sua intuição. A intuição nunca falha! A tua mente é que te coloca em problemas, a tua mente é que cria os problemas. Na verdade, não há problema algum, tudo está certo, tudo acontece como deveria ser. Ter sucesso ou insucesso na vida depende unica e exclusivamente de como reagimos às situações.

Caso você se identifique com este manifesto, fique à vontade para usar estas palavras como bem entender. Caso não gostes ou não concordes com o que digo, fique também à vontade para fazer o que quiseres com estas palavras. Sou unicamente responsável por aquilo que faço ou digo, jamais serei responsável pela reação alheia. E o que digo nunca é para tentar convencer ninguém, apenas partilho a minha experiência de vida. E é isso que continuarei a fazer mundo afora, levarei música, poesia, literatura, uma palavra amiga, um abraço, um sorriso a quem topar comigo pelo caminho ou quiser me receber. Levarei sempre comigo um livro, e quando acabar de lê-lo, doá-lo-ei a alguém. Farei tudo o que estiver ao meu alcance para levar cultura e arte às pessoas. Toda e qualquer MENSAGEM torna-se forte e poderosa através da ARTE. E é isto que sou verdadeira e plenamente: um MENSAGEIRO.

Jamais se esqueça: eu sou livre  para fazer o que tenho que fazer e do jeito que acho que tenho que fazer. Da mesma forma que você é livre para fazer o mesmo. Pois a LIBERDADE é o bem mais precioso que um ser vivo pode ter.

Um abraço puro, livre, sincero e iluminado em todo o seu ser. Lembre-se sempre: Estamos juntos, estamos todos conectados, fazemos parte de uma grande família universal, independentemente de onde estejamos fisicamente.

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Livre

Eu sou LIVRE

Eu sei Amar

Neo

Diário de uma Transformação

Dia 10 – 19 de outubro de 2015 – Liberdade é a palavra, liberdade é o sentimento

Esta noite dormi melhor que a anterior, mais ainda não foi uma noite ideal, alguns sonhos e pensamentos tortos voltaram a atacar, porém nada muito grave. Levanto-me e decido que mais tarde farei o que há algum tempo venho planejando, que é fazer alongamento e meditação antes de deitar. Tenho certeza que vai dar certo. Continue lendo “Diário de uma Transformação”

Aleatória Mente (Você é livre?)

“Após o café, Isis dirigiu-se para a sala e procurou pelo caderno onde esporadicamente fazia suas anotações, uma espécie de diário. Encontrou-o na estante de livros, entre O Mundo de Sofia e O Elogio da Loucura, obras literárias que ela tanto apreciava. Resolveu então abri-lo aleatoriamente, ao contrário da rigidez de sempre abrir na próxima página em branco. De alguma forma, o aleatório fazia mais sentido agora. ”

Este é um trecho de meu novo livro, que continua à procura da editora ideal para sair do papel digital e se transformar em realidade. Poderíamos começar uma discussão filosófica sobre o que é real ou não, mas hoje prefiro conversar sobre o aleatório, sobre a importância do aleatório em um mundo tão rígido de regras intransponíveis… Continue lendo “Aleatória Mente (Você é livre?)”