Diário de uma Transformação

Dia 25 – 03 de novembro de 2015 – Enfim, o grande dia!

Acordei bem cedo para fazer a barba para o grande dia – a barba estava enorme, deu bastante trabalho, mas a minha empolgação era tamanha que tudo corria muito bem, eu estava quase flutuando no ar, era inacreditável que eu tivesse chegado até ali, até o grand finale. Às 06:45, como prometido, Paco foi lá em cima acordar o povo, mas nos encontramos na escada, pois eu já estava descendo para o salão, enquanto ele subia para realizar esta difícil missão. Continue lendo “Diário de uma Transformação”

Diário de uma Transformação

Dia 24 – 02 de novembro de 2015 – Paisagens inesquecíveis e um dos momentos mais emocionantes de toda a jornada

Acordo com uma energia alucinante para percorrer o penúltimo dia do Caminho de Santiago até Finisterre, o fim do mundo! Ainda está escuro, e assim pego minhas coisas sem fazer muito barulho e atravesso a ruela para a cozinha do albergue, num frio de rachar. Para variar, sou o primeiro a levantar, e preparo o meu café da manhã em silêncio, na maior paz. Pouco depois reencontro algumas pessoas que conheci na noite passada e depois de tudo pronto, desejo buen camino a todos, e saio mais do que feliz para esta que seria uma das mais especiais caminhadas de todos estes dias especiais, bem equipado contra o gostoso frio do amanhecer. Continue lendo “Diário de uma Transformação”

Diário de uma Transformação

Dia 22 – 31 de outubro de 2015 – Experiências mágicas, um dia inesquecível

Hoje foi o dia mais intenso de todos, muito intenso e especial. Estranhamente todos levantaram muito cedo no albergue, alguns ainda bem no escuro da madrugada, só ficou eu e mais um, dos tantos que pernoitaram no dormitório onde estava. Levanto-me um pouco antes do amanhecer, fazendo tudo bem devagar, pois o dia seria cheio, provavelmente o mais cheio até agora. Saio do Seminário Menor e dou de cara com um visual incrível, Santiago de Compostela à minha frente, amanhecendo. O seminário ficava um pouco afastado e em uma zona alta, dava para ver a cidade bem de frente, uma visão realmente muito bonita. Como uns biscoitos ali para enganar a fome, olhando para Santiago, e pouco depois saio caminhando em direção à cidade, pois tinha que tomar o café da manhã, ir à catedral, ir nas estações de trem e ônibus, tudo isso antes de seguir viagem rumo ao trecho final da jornada.  Continue lendo “Diário de uma Transformação”