Diário de uma Transformação

Dia 8 – 17 de outubro de 2015 – Aceitação, gratidão, o coração bate mais tranquilo 

Assim que cheguei em Alvorge, um senhor bem na entrada da cidade perguntou se eu tinha onde ficar, fazendo propaganda de um albergue local, e eu logo disse que estava pernoitando nos bombeiros das localidades. O senhor continuou insistindo, parecia estar um pouco bêbado, e me levou para um Café, dizendo que o albergue era gratuito e que o dono do estabelecimento onde estávamos era o responsável pelas hospedagens – o insistente senhor ainda tentava me convencer contando que lá havia duas estrangeiras muito bonitas, mal sabendo que a última coisa que eu queria no mundo naquele momento da minha vida era me relacionar com alguém, rs. Enfim, conheci o responsável pelo albergue, que me indicou a direção a tomar e confirmou que a estadia era gratuita (só recebia donativo, caso a pessoa quisesse contribuir), pois o albergue pertencia à paroquia local. Continue lendo “Diário de uma Transformação”