Expansão Quântica

Após a maravilhosa experiência com o grupo “Peregrinos da Alma”, onde eu e Cátia Pereira facilitamos a experiência de 12 pessoas no Caminho de Santiago com atividades artísticas, espirituais e de desenvolvimento pessoal, eis que na semana seguinte (e entre 2 eclispes) mergulhamos em mais uma experiência arrebatadora: o retiro imersivo “EXPANSÃO QUÂNTICA – A UNIÃO DOS SAGRADOS”.

Em primeiro lugar, quero dizer que sinto-me muito honrado de ter participado deste evento mágico e por ter sido testemunha de tantas transformações, por ter partilhado momentos com almas tão bonitas e especiais, almas que tiveram a coragem de estarem ali a desnudar-se e reconectando-se com a sua essência. Foi realmente uma experiência muito intensa e pura, onde em 4 dias trabalhamos com os 4 elementos, 4 arquétipos, 4 emoções e 4 centros de inteligência.

O primeiro dia foi dedicado ao elemento TERRA, onde foi trabalhada a emoção do MEDO e o arquétipo do MESTRE. Já no círculo inicial de apresentação já se sentia a forte energia do grupo e que este encontro de almas seria intenso – foi bonito ver como as mensagens tiradas do chapéu mágico tocavam o coração de cada um ali presente. Logo após veio a CAMINHADA RECONECTIVA até o lago, que foi um dos momentos mais impactantes do retiro segundo os próprios participantes, onde eles tiveram realmente que enfrentar a emoção que regia aquele dia e mergulhar nos antídotos da confiança e da coragem de seguir adiante. O CONCERTO MEDITATIVO fechou com chave de ouro aquele primeiro contacto de almas e corações, onde vislumbrava-se uma paz e sorrisos bonitos nas faces de todos no interior da bela sala que nos foi fornecida com tanto carinho pela QUINTA CARVALHAS, o lugar mágico que seria o nosso portal, o nosso casulo por 4 dias intensos.

O segundo dia seria o primeiro onde teríamos vivências o dia todo, e este dia especial começou com YOGA de manhã cedo, um gostoso desafio para mim, que vinha a facilitar esta partilha não só naquele dia, mas também nos seguintes até o fim do evento. E foi uma partilha muito bonita, terminando sempre com algo que considero essencial para uma reconexão verdadeira com o nosso corpo: a AUTOMASSAGEM. E mais uma vez foi muito gratificante ver a linda reação das pessoas ao reconectar-se com o próprio corpo. Após o pequeno-almoço, o dia seguiu com uma vivência de EXPRESSÃO CORPORAL da “fadinha” Joana Patrício, outro momento marcante do retiro, seguido de uma dinâmica muito profunda de partilha conduzida com maestria por Cátia Pereira. Este era o dia dedicado ao elemento ÁGUA, onde estava sendo trabalhado o arquétipo do CURADOR, um dia muito emocional que à tarde contou com dinâmicas profundas de conexão com o EU SUPERIOR de cada um e também de conexão pura com o outro. O fim da tarde ainda contou com um MOMENTO DE IMERSÃO E PURIFICAÇÃO nas águas da emoção, inclusive no sentido literal da experiência. Para finalizar este dia intenso, mais uma lindo momento de dança com a ECSTATIC DANCE ao redor da piscina. à luz de velas e sob um céu repleto de estrelas e de magia.

Enfim era chegado o momento do terceiro dia, o dia do elemento FOGO, para muitos o dia mais desafiador de todo o retiro, onde seria trabalhada a emoção da RAIVA e o arquétipo do GUERREIRO. Aquela manhã de 12 de Junho de 2021 estava destinada a ficar marcada na história pessoal de muitas almas ali presentes, até mesmo dos facilitadores. A manhã deste dia foi um momento de CATARSE, de LIBERTAÇÃO, de REDESCOBERTA. Difícil descrever em palavras tudo que foi vivido ali no nosso casulo particular. Só posso dizer que foi lindo, realmente lindo ver as pessoas superando os seus limites, superando os obstáculos, indo adiante com coragem e determinação. Ali naquela manhã se confirmava a FORÇA do grupo, aquilo que havíamos sentido já nos momentos iniciais de partilha no primeiro dia. A tarde se seguiu com mais momentos marcantes, com destaque para a CONSTELAÇÃO SISTÊMICA, que culminou com uma forte tempestade do lado de fora, um mini ciclone que atingiu a zona onde estávamos. Afinal, era o DIA DO FOGO, e o fogo se manifestava também no exterior, éramos todos um só conosco mesmos e com a força do trovão, dos raios, e da natureza. No fim da diinâmica, a chuva veio abençoar e não tive como não ir lá fora tomar um belo banho nas águas sagradas e abençoadas que caíam do céu naquele momento divino; e para a minha feliz surpresa eu não fui o único que teve o espírito a dançar sob a chuva. O dia ainda terminou com mais fogo, com as pessoas a deixar no fogo tudo aquilo que já não queriam mais carregar em suas vidas a partir daquele momento. E mais um “fogo surpresa” surgiu depois também, para finalizar. Enfim, dia intenso, muito intenso, PARA TESTAR A FÉ E A FORÇA DO GUERREIRO INTERIOR de cada um. E todos se saíram muito, muito bem mesmo – orgulho de cada alma ali presente!

O quarto e último dia era novamente dedicado à energia masculina, como o dia anterior, mais um dia desafiador e de total redenção, O DIA DO RENASCIMENTO. O elemento AR era o regente do dia, com o arquétipo do VISIONÁRIO e a emoção da ALEGRIA a serem o suporte para os bons ventos que sopravam às almas corajosas que ali estavam firmes em busca da expansão quântica do ser e da união dos sagrados dentro de cada um. O dia começou com a partilha de YOGA um pouco mais alongada e com KIIRTAM no fim, um bónus àqueles com quem tive a honra de vivenciar em conjunto estes importantes momentos de início de dia. Durante os momentos de yoga, as palavras me vinham naturalmente, como que guiadas por FORÇAS E SERES SUPERIORES – era praticamente só estar ali e me transformar num canal para que aquelas palavras pudessem tocar o coração das pessoas. Após o pequeno-almoço, era chegada a hora de um dos grandes momentos do retiro, o REBIRTHING, o renascer, e Cátia Pereira mais uma vez conduziu com DIVINA MAESTRIA esta linda experiência humana/espiritual. Foi muito lindo e impactante participar desta experiência, onde tive a oportunidade de dar suporte mais diretamente a uma pessoa e depois de poder auxiliar outras num segundo momento. Foi mágico assistir (nos 2 sentidos da palavra) aquelas tranformações, o choro e o riso do renascido! Palavras não são suficientes para descrever o que foi sentido/vivido/celebrado/partilhado naquele momento. Para terminar, a roda de partilha final aconteceu lindamente num local improvisado que veio muito a calhar naquela quente tarde de domingo 🙂

Por fim, não consigo expressar totalmente a minha E-TERNA GRATIDÃO a todos que participaram deste RETIRO IMERSIVO, assim como não tenho como colocar em palavras a minha E-TERNA GRATIDÃO à Cátia Pereira pela oportunidade de fazer parte desta experência, pela PARCERIA DE ALMA, por tudo que estamos a construir juntos, por tudo que estamos a respirar/planear/celebrar lado a lado. Por muitas vezes senti que era como se fizéssemos isto há anos e anos juntos, quando na verdade era a nossa primeira experiência de facilitarmos um retiro imersivo e tão profundo juntos; assim como foi a primeira experiência juntos facilitando o projeto PEREGRINOS DA ALMA, assim como serão todas as experiências que faremos nesta vida sempre com o intuito do serviço, de ESTAR A SERVIÇO DA HUMANIDADE, de dedicar todo o nosso ser para que outras almas também venham a florescer e assim deixar o JARDIM DA VIDA mais bonito, mais verdadeiro, mais brilhante como deve ser. GRATIDÃO a ti, Cátia, e gratidão imensa ao UNIVERSO por ter reconectado as nossas almas para mais uma missão de vida em conjunto.

Abraços peregrinos a todos,

NEO

O foco é sempre a experiência

Olá amigos,

Uma vez mais, passei por um afastamento do ambiente virtual, pois tive que dedicar-me intensamente à vida real e ao mundo. Estive por vezes postando fotos ou vídeos da tour europeia que fiz com o projeto Serenus Zen, mas o foco realmente era a experiência.

O foco é sempre a experiência da minha missão no mundo.

Como sempre acontece quando viajo, encontrei pessoas fascinantes pelo caminho, pessoas com as quais se pode trocar ideias e energias, pessoas com quem podemos ter uma boa conversa, pessoas com que se pode tocar e celebrar junto, pessoas às quais se pode ouvir e admirar – e a conexão com uma delas foi tão forte que hoje temos projectos de vida em comum. E isso não acontece no ambiente virtual; isso não pode ser substituído pelo ambiente virtual.

Sei que alguém pode me perguntar: Mas Neo, então porque usas o ambiente virtual se volta e meia estás a criticá-lo? Veja bem: é uma crítica construtiva. Eu posso responder tranquilamente “É exatamente isso, eu uso o ambiente virtual, não sou usado por ele. Eu tenho o controle, pois o ambiente virtual é somente uma ferramenta para mim.” E uma ferramenta, se bem utilizada, traz benefícios; se mal utilizada, não traz benefícios. E eu jamais vou escolher o que não me traz benefícios ou o que não adiciona valor algum à minha trajetória.

Sei também que às vezes ficamos com dúvidas sobre determinada situação, sobre que decisão tomar. Nessas horas, digo e repito uma vez mais: no caso de dúvidas, escolhe o caminho do coração, ouve o que o teu coração tem a te dizer. O coração jamais erra, só a tua mente e os teus pensamentos podem te confundir. E não tenha dúvidas – as dúvidas surgem para te colocar no teu caminho novamente.

Tive que tomar decisões difíceis nos últimos meses. Entretanto, ao ouvir o meu coração em todos os casos de dúvidas, hoje estou aonde quero e realizo o que quero realizar. Tenho encontrado os meus pares e juntos faremos um lindo trabalho, realizaremos nossas missões individuais e em conjunto nesta vida/planeta/existência. Porque é assim que deve ser. Porque é assim que eu quero que seja. Porque essa é a voz do meu coração, porque assim guia-me a minha intuição. E como já sabem, a intuição é a voz do Universo, da Energia Suprema, a voz de Deus sussurrando à tua alma. E nossas almas é o que nos conectam.

Portanto, mais do que nunca te digo: segue o teu coração. Segue o teu coração mais uma vez, segue-o sempre. Estamos a entrar numa era em que o Sentir já é muito mais valioso do que Pensar. Estamos já a entrar em um tempo em que as decisões mais importantes e verdadeiras serão tomadas com o coração, desde decisões e escolhas individuais a coletivas. Nações serão comandadas pelo coração – e assim não precisaremos mais dividir o mundo em nações nem cultuar fronteiras.

Somos uma Tribo.

Uma só Tribo.

E quanto mais pessoas se aperceberem disso, mais linda e feliz será a Tribo 🙂

Beijo no coração e uma ótima semana,

Neo

Yoga Monte da Tribo