Diário de uma Transformação

Dia 20 – 29 de outubro de 2015 – Lugares especiais de dia, pessoas especiais à noite

Hoje foi mais um dia mágico, parece que a cada dia que Santiago de Compostela se aproxima fica mesmo mais intenso, mais especial. Fui o primeiro a acordar no meio de mais de trinta e poucas pessoas pelo menos – puxei as minhas coisas para fora do dormitório, fiz um chá e ajeitei tudo, antes de sair. Tomei o café da manhã em um lugar na estação de trem da cidade, o dia estava com preguiça de amanhecer, já eram 7:30h e ainda estava bem escuro. Saio caminhando pelas ruas de Pontevedra cantando, cantando animado as novas canções, anunciando um novo dia, um novo tempo, uma nova vida. Se me ouvem, se me julgam, não me importa, realmente não importa. O que importa é estar ali, caminhando, seguindo o meu rumo, seguindo em frente. Penso em meus filhos, penso nela, como fiz em todos os dias durante o caminho, mas me sinto bem, não sinto culpa de nada, me sinto livre, de consciência limpa e tranquila, e não há sensação melhor que esta. Continue lendo “Diário de uma Transformação”

Diário de uma Transformação

Dia 19 – 28 de outubro de 2015 – Momentos mágicos e reflexões reveladoras

Ainda no Café na noite anterior, reencontro os dois senhores franceses que também pernoitaram na Quinta da Estrada Romana, os únicos que também iriam ficar no Albergue de Mós. De manhã, enquanto terminava de escrever o relato de ontem, descubro que um deles, o mais simpático e que se comunica comigo em espanhol, também é escritor. Falamos rapidamente, pois a maioria ainda estava dormindo, e eu volto a escrever, saindo depois para mais um dia de caminhada. Havia chovido bastante à noite e ao amanhecer, mas quando eu saí não chovia. Continue lendo “Diário de uma Transformação”

Diário de uma Transformação

Dia 11 – 20 de outubro de 2015 – Um amigo no Caminho

Esta noite eu acordei em torno de três da manhã, após um sonho muito vívido. O sonho me deixou um pouco desnorteado, tanto que pensei que já era perto das seis e comecei a “levantar acampamento”, mas quando fui escovar os dentes para ir embora, escuto o sino da igreja tocando quatro vezes. Quatro da manhã! Mudança de planos, troco novamente de roupa e tento dormir de novo, levantando novamente uma meia hora depois das seis badaladas do sino. Continue lendo “Diário de uma Transformação”