Varanda Sessions

Olá, hello there!

Venho aqui tentar descrever este grande momento que apelidamos de “Varanda Sessions”, uma série de live videos que resultaram de um encontro muito especial com as queridas Rita Cavaleiro e Raquel Cavaleiro. Poucas vezes senti uma harmonia/sintonia/sincronia tão grande e profunda com pessoas que apenas havia acabado de conhecer; quando cheguei aqui a Torres Novas, não imaginava que chegaríamos a um resultado tão belo em tão pouco tempo, até porque ninguém havia planejado nada disso. Mas também é verdade que as coisas mais belas na vida acontecem justamente assim, de uma forma natural, sem muito planejamento ou expectativa. O que é belo e verdadeiro apenas flui – apenas É.

O resultado final de “Varanda Sessions” é uma série de 4 vídeos com versões de mantras e cantos especiais – “He Yama Yo”, “Lokah Samastah Sukhino Bhavantu” e “Ong Namo” – além de “In Light & Love”, uma original minha. Sobre esta última, preciso enfatizar o quanto fiquei feliz com o resultado, até parecia que elas conheciam a canção há tempos… Assim como fica no ar a sensação de como se nos conhecessemos há tempos ou desde sempre 🙂

Nos últimos tempos, a harmonia/sintonia/sincronia que tenho tido com algumas pessoas é cada vez mais presente e intensa na minha vida – para mim, este é um sinal dos novos tempos, os novos tempos que se aproximam cada vez mais de nós. E, mais uma vez, tudo depende de como olhamos para o copo, se o vemos meio cheio ou meio vazio. Sim, estamos num lockdown, mas não hesitamos em transformá-lo em um “lockup!” com muito música, com muita paz e muito AMOR 💗💗

Beijo no coração,

Neo

SURRENDER

Olá, espírito livre! Este texto é para todos, como sempre, mas hoje eu queria falar mais especificamente com você que diz ou que sente que tem o espírito livre. O quão livre você se sente neste momento? Você está em paz, sente paz de espírito dentro peito? Ou sentes um nó na garganta com tudo isso que está acontecendo no mundo?

O que você tem feito para levar um pouco de alegria para outras pessoas e também para a sua própria vida neste momento de transição que a humanidade atravessa?

Esta última pergunta é muito importante. É fundamental sabermos que ações devemos tomar, o que podemos fazer para ajudar, de que forma podemos contribuir a fim de reestabelecer o equilíbrio no planeta. Se você é realmente um espírito livre, eu duvido que está assistindo tudo de braços cruzados. Então, qual o seu próximo passo?

Ninguém precisa mudar o mundo de uma vez, mas cada passo que você dá no caminho é importante para chegares aonde queres chegar. E aí entra outra pergunta importante: você sabe aonde queres chegar? Esta é uma pergunta essencial que todo ser humano deveria fazer a si mesmo. Porque se não sabes aonde queres chegar, como saber em que direção deves ir?

Se você é mesmo um espírito livre, acredito que esteja passando por muitos testes na sua vida pessoal neste momento. Acredito que estejas perguntando a si mesmo coisas como “Quem sou eu, mas quem sou eu de facto?” ou “O que estou fazendo aqui, qual o meu verdadeiro propósito de vida?” ou ainda “Será que ainda posso ter esperança – é possível manter-se positivo com tudo isto que está acontecendo?”

Se estás a ter estas conversas internas, meus cumprimentos! Independentemente se há uma pandemia lá fora, este diálogo interior é fundamental para a evolução pessoal e espiritual de cada um de nós. Para algumas pessoas, é preciso surgir um vírus assustador para este clique acontecer, para outras não. No fim, tudo está certo – especialmente se continuamos a andar adiante mesmo quando tudo parece incerto. Lembre-se: cada passo no caminho é importante para a sua jornada, principalmente aqueles que você consegue dar quando o caminho parece instransponível.

Queira ou não, somos todos caminhantes, somos todos peregrinos neste lindo caminho chamado VIDA. Moramos todos na mesma Casa, cada um de nós é como uma célula viva neste grande corpo chamado PLANETA TERRA. E quando estamos verdadeiramente unidos, juntos podemos combater qualquer vírus, até o mais perigoso de todos, o medo. Porque dentro de cada um de nós existe o antivírus, o antivírus mais poderoso de todos – o AMOR. Mas se você é realmente um espírito livre, nada disso é novidade para ti; mesmo assim, acho que não faz mal relembrarmos de vez em quando o quão poderosos podemos ser quando somos conscientes do nosso potencial juntos.

Tudo isso para dizer que algo muito grande está para acontecer, posso senti-lo nas minhas veias. Tudo está se alinhando para um grande acontecimento, e por isso precisamos estar preparados. Espírito livre, livre-se das últimas amarras que ainda não permitem que você seja o reflexo da sua essência, a Essência que há em tudo e em todos desde que o mundo é o mundo. É hora da última “faxina interna” – o que há de ficar para trás tem que ficar para trás, pois não podemos nos dar ao luxo de não haver espaço interno para receber toda a ABUNDÂNCIA que se aproxima. Se você é um espírito livre, vai entender e, principalmente, vai sentir no seu coração o que estou falando.

Mais do que nunca, é hora de deixar o melhor GPS que existe no mundo te guiar: o seu próprio coração. E tudo vai começar bem. E, para tudo começar bem, temos que acabar bem o que já não cabe mais em nossas vidas. Espírito livre, após esta última limpeza residual, espero que finalmente possas encher o peito, olhar para o céu e dizer am voz alta:

“Estou aqui! Sinto-me pleno, estou pronto para ser um canal para a mensagem. Estou pronto para ser a própria mensagem. Eu me rendo totalmente à minha missão neste planeta!”

Bom mergulho, bom renascimento 🙂

O foco é sempre a experiência

Olá amigos,

Uma vez mais, passei por um afastamento do ambiente virtual, pois tive que dedicar-me intensamente à vida real e ao mundo. Estive por vezes postando fotos ou vídeos da tour europeia que fiz com o projeto Serenus Zen, mas o foco realmente era a experiência.

O foco é sempre a experiência da minha missão no mundo.

Como sempre acontece quando viajo, encontrei pessoas fascinantes pelo caminho, pessoas com as quais se pode trocar ideias e energias, pessoas com quem podemos ter uma boa conversa, pessoas com que se pode tocar e celebrar junto, pessoas às quais se pode ouvir e admirar – e a conexão com uma delas foi tão forte que hoje temos projectos de vida em comum. E isso não acontece no ambiente virtual; isso não pode ser substituído pelo ambiente virtual.

Sei que alguém pode me perguntar: Mas Neo, então porque usas o ambiente virtual se volta e meia estás a criticá-lo? Veja bem: é uma crítica construtiva. Eu posso responder tranquilamente “É exatamente isso, eu uso o ambiente virtual, não sou usado por ele. Eu tenho o controle, pois o ambiente virtual é somente uma ferramenta para mim.” E uma ferramenta, se bem utilizada, traz benefícios; se mal utilizada, não traz benefícios. E eu jamais vou escolher o que não me traz benefícios ou o que não adiciona valor algum à minha trajetória.

Sei também que às vezes ficamos com dúvidas sobre determinada situação, sobre que decisão tomar. Nessas horas, digo e repito uma vez mais: no caso de dúvidas, escolhe o caminho do coração, ouve o que o teu coração tem a te dizer. O coração jamais erra, só a tua mente e os teus pensamentos podem te confundir. E não tenha dúvidas – as dúvidas surgem para te colocar no teu caminho novamente.

Tive que tomar decisões difíceis nos últimos meses. Entretanto, ao ouvir o meu coração em todos os casos de dúvidas, hoje estou aonde quero e realizo o que quero realizar. Tenho encontrado os meus pares e juntos faremos um lindo trabalho, realizaremos nossas missões individuais e em conjunto nesta vida/planeta/existência. Porque é assim que deve ser. Porque é assim que eu quero que seja. Porque essa é a voz do meu coração, porque assim guia-me a minha intuição. E como já sabem, a intuição é a voz do Universo, da Energia Suprema, a voz de Deus sussurrando à tua alma. E nossas almas é o que nos conectam.

Portanto, mais do que nunca te digo: segue o teu coração. Segue o teu coração mais uma vez, segue-o sempre. Estamos a entrar numa era em que o Sentir já é muito mais valioso do que Pensar. Estamos já a entrar em um tempo em que as decisões mais importantes e verdadeiras serão tomadas com o coração, desde decisões e escolhas individuais a coletivas. Nações serão comandadas pelo coração – e assim não precisaremos mais dividir o mundo em nações nem cultuar fronteiras.

Somos uma Tribo.

Uma só Tribo.

E quanto mais pessoas se aperceberem disso, mais linda e feliz será a Tribo 🙂

Beijo no coração e uma ótima semana,

Neo

Yoga Monte da Tribo