Solstício e o Paraíso Astral

Olá amigos e leitores,

Hoje é dia do Solstício de Inverno no hemisfério norte, o dia mais curto do ano, o tempo em que inicia-se a caminhada por entre a escuridão rumo à luz que há de vir novamente. Também é tempo de fazer uma restrospectiva do ano, de analisar o que deu certo e o que poderia ter sido melhor ou mais eficiente; tempo de fazermos uma balanço de nossas ações e resultados, tempo de mergulhar fundo em nossa essência e de plantar novas sementes para um novo tempo que já se aproxima…

Como correu o ano para ti? Como foi 2018? Para muitas pessoas (incluindo este que vos escreve), 2018 foi um dos anos mais desafiadores de todos os tempos, um ano em que muita coisa foi colocada à prova (de fogo!), um ano em que fomos fundo e questionamos até as coisas mais inquestionáveis. Entretanto, este mergulho profundo em nós mesmos foi extremamente importante, pois para aqueles que conseguiram atravessar esta tempestade astrológica e continuam de pé e mais fortes do que nunca, a abundância já começa a bater à porta. Sim, assim como 2018 foi o ano da cura, 2019 será o ano da abundância.

Para mim, o período iniciado hoje ainda tem outro forte significado: é aquele período conhecido como “inferno astral”, ou seja, a partir de hoje entro no último mês que antecede o meu aniversário. Pois é, o período é chamado de inferno astral porque é um tempo em que muitas situações difíceis acontecem, muitos desafios e provações surgem nesta reta final rumo a mais um ano de vida. Mas por que eu haveria de aceitar este termo? Sim, por muitas vezes repeti esta mesma expressão, mas hoje eu escolho não mais fazê-lo, prefiro substitui-la por outra que tem muito mais a ver comigo e com minha própria essência: Paraíso Astral. Sim, hoje inicia-se o meu “paraíso astral”, o período em que os desafios, provações e obstáculos provavelmente virão, mas que ao invés de fugir deles, vou abraçá-los e escalá-los se preciso!

Tudo realmente depende das escolhas que fazemos. Eu poderia facilmente me render às dificuldades quando elas surgirem, mas eu escolho transformar os momentos difíceis em aprendizado, em degrau para os passos seguintes. Eu escolho o positivo ante o negativo, pois mesmo em situações classificadas como negativas, temos sempre algo de positivo para colhermos, nem que seja um aprendizado, uma lição de vida a apreender. E, para mim, com este ingrediente, nada na vida verdadeiramente é negativo: Gratidão. Ser grato por cada passo dado no caminho, ser grato por cada desafio, cada obstáculo, cada vitória, cada sorriso dado e recebido. E jamais te esqueças de outro importante ingrediente vital: Celebrar. Ser grato e celebrar cada momento.

É isso o que desejo a você, caro amigo, caro leitor: não tenha medo de nada, encare todos os desafios com um sorriso no rosto e na alma, e tudo ficará bem. Pois é com Paciência, Perseverança e Posititividade, conseguimos enfim atingir o quarto grande P:

PAZ DE ESPÍRITO.

Um FELIZ NATAL e Boas festas para todos,

Neo.

_MG_1770

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s