15 dias na estrada

Olá amigos,

Como vocês sabem, estou na estrada mais uma vez, nesta rota que batizei de BEST TRIP EVER!

Hoje faz 15 dias desde que parti de Maasmechelen, no norte da Bélgica. Desde então, pedalei pelo extremo sul da Holanda, sul da Bélgica, uma pequena parte da Alemanha, sul da Bélgica novamente, atravessei o lindo país de Luxemburgo, passei pelo norte da França e agora estou na parte leste do território francês, rumo ao sul do país. Estou indo em direção ao início oficial do Caminho de Santiago na França, indo para Cluny, primeira e mais distante cidade onde se inicia este caminho de peregrinação, que em terras francesas é conhecido como Le Chemin de Saint Jacques de Compostelle.

Talvez alguém possa pensar que 15 dias não é muito tempo, mas eu posso dizer que o tempo corre diferente quando estamos na estrada, especialmente percorrendo uma rota de peregrinação, independente do motivo que leva uma pessoa a fazer isso. Tudo é mais intenso, tudo é percebbido mais nitidamente, tudo é mais palpável, até o que a princípio imaginamos que não seja possível “tocar”. E certamente não se inicia uma viagem dessas a não ser que o objetivo seja uma busca, uma busca por mudanças, uma busca por evolução, uma busca por renovação… uma renovação que pode ser chamada de esperança.

Como em tudo na vida, um caminho de peregrinação possui seus altos e baixos. Mas aqui acho que se encaixa perfeitamente um trecho de uma famosa canção brasileira: “Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi”. Sim, emoções intensificadas, sentimentos à flor da pele, poesia flutando no ar, canções que insistem em ser cantadas mais de uma vez…

E às vezes tudo de uma vez, tudo-ao-mesmo-tempo-agora.

Difícil destacar algo, mais vamos a esta tentativa:

1. No 1º dia, quando estava no auge do cansaço, eu perguntei a um senhor que saía de bicicleta de sua casa se ele conhecia algum lugar onde eu pudesse dormir. Ele imediatemente me reconheceu como peregrino e me levou a uma casa onde vivia um simpático casal de idosos que acolhem peregrinos do Caminho de Santiago. Primeiros anjos pelo caminho…

2. Momentos de libertação em Le Lac de la Gileppe, seguido da descoberta de uma ótima ciclovia que liga Bélgica a Luxemburgo. Considero o 2º dia como o verdadeiro início da jornada.

3. A chegada a Clervaux, no norte de Luxemburgo, onde fui acolhido pelos monges da Abbaye de St. Maurice. Lá vivi ótimos momentos de paz, descanso e descobertas; inclusive uma nova rota veio até mim…

4. O extraordinário Val d’Or, lugar especial que é fronteira natural entre Luxemburgo e Alemanha, onde pedalei até Echternach, cidade onde 70% da população é de portugueses.

5. Um bosque mágico, seguido de um mergulho em uma cascata e um fim de dia visitando um lindo castelo e dormindo entre campos de trigo no 6º dia de viagem, na rota entre Echternach e Bourlingester, ainda em Luxemburgo.

6. Momento importante de revelação e confirmação na Cidade de Luxemburgo.

7. Idas e vindas entre Luxemburgo e França e reencontro com a sinalização do Caminho de Santiago por diversas vezes.

8. Bons momentos de reflexão percorrendo uma ciclovia à beira do rio Moselle e à chegada à belíssima cidade de Metz, primeira grande cidade no norte da França.

9. Tocar na cidade de Metz e sentir o agradecimento das pessoas por eu estar ali trazendo música para elas, seja com um sorriso, seja com palavras.

10. Chegada à Abbaye Benedictie de Oriocourt, onde fui acolhido pelas simpáticas freiras que residem no local e onde vivi momentos decisivos e reveladores em minha vida pessoal.

11. A extraordinária ciclovia beirando o Canal de La Marne du Rhin, onde adentrei a bela região da Alsacia francesa e finalmente conheci a fantástica cidade de Estrasburgo, extremo leste da França, fronteira ocm a Alemanha.

12. Este momento agora, onde escrevo este texto.

E a viagem segue o seu rumo, o início oficial do Caminho de Santiago se aproxima, a esperança é a cada dia renovada e o espírito fortificado. Espero que você possa assistir aos vídeos no meu canal do youtube ou na página BEST TRIP EVER no facebook ou aqui mesmo no site, no post BEST TRIP EVER.

Au revoir, boa caminhada a todos!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s