Começou, e agora?

O ano novo já passou, agora é tempo de tratarmos do ano presente. 2015 já está acontecendo, já está em andamento, mas não podemos ter a ingenuidade de achar que ele caminhará sozinho, que tudo se resolverá num passe de mágica sem que nos movamos, sem darmos nossos próprios passos no caminho. Por isso pergunto – como você começou o ano? E o principal, como você está vivendo o ano?

Antes que me responda, vou dizer como comecei o meu. Sim, eu, Neo One Eon, escritor, músico, compositor, poeta, primo, tio, sobrinho, neto, marido, amigo, pai, filho e espírito livre. Eu, uma pessoa que como você tem sonhos e desejos, que é feito de erros e acertos, que também quer ser um ser melhor, comecei o ano admirando o nascer do sol da janela, um hábito que tenho tido o prazer de exercer diariamente. Não o vejo nascer diretamente, mas vejo a dança das cores no horizonte, vislumbro os primeiros raios solares atingindo os telhados de prédios próximos, escuto os passarinhos celebrando mais um despertar, e isso tudo basta para que eu amanheça feliz também. Neste primeiro nascer de dia de 2015, tive uma ideia, e após a meditação (outro hábito importante que tenho incorporado em meus dias) comuniquei à minha amada as minhas intenções para o dia 1º de janeiro. E felizmente ela gostou.

Nos últimos dias do ano passado havíamos combinado de fazer o nosso planejamento para 2015, e a minha ideia partiu basicamente daí, de fazermos esta importante ação no dia 1º de janeiro. Só que ao invés de fazermos no sofá ou na mesa, o convite que fiz a ela é que o fizéssemos na beira da Baía do Sado, ao ar livre, e Grazi acrescentou a ótima ideia de fazermos um piquenique e ficarmos até o pôr do sol. O dia estava lindo, como tem sido desde o final de novembro: Frio + Sol + Lindas paisagens. E assim saímos com as crianças para desfrutarmos do primeiro dia de 2015, com a mente em pleno funcionamento, o coração aberto e os olhos felizes com a incrível beleza de Setúbal e com o estonteante céu azul desta região de Portugal. Fomos caminhando lentamente, sem pressa, parando de vez em quando para as crianças brincarem, até chegarmos ao nosso destino. Aos poucos, outras pessoas foram chegando também, o clima era de harmonia, de “passeios em família”, e isso me fez pensar em como era bom estar ali em um lugar onde há pouco mais de um ano nem sonhávamos estar.

Mas por que eu compartilho estas coisas com você, caro leitor e amigo? A resposta é simples, mas o sujeito é composto e seus núcleos são PLANEJAMENTO e SONHOS. Cito algumas canções para me explicar: “Sonhar não custa nada”, mas colocar os sonhos em prática custa, é preciso planejamento, é preciso empenho, é preciso dedicação, é preciso doação, porque não dá pra ficarmos somente no “deixa a vida me levar” (desculpa Zeca). Precisamos nos mexer, temos que correr atrás de nossos sonhos justamente para eles não ficarem para trás, temos que correr atrás até o momento que fiquemos lado a lado com eles, até o delicioso momento de ver o sonho se transformar em realidade. Não é difícil, a não ser que você pense que seja; não é impossível, temos que deixar o possível fazer mais parte de nossas vidas. Eu celebrei o ano que passou, eu celebrei a virada do ano, agora eu planejo para continuar celebrando ano a ano, réveillon a réveillon.

O que eu te sugiro é isto, planeje a concretização de seus sonhos, mas faça com fé, com vontade, com determinação, para não correr o risco de eles se transformarem em pesadelo. Trace metas, talvez você não as atinja de primeira, mas uma hora você consegue! Dê o seu melhor, seja o seu melhor, melhor coisa não há! Mude de perspectiva, experimente outros ângulos, experimente enxergar a vida com outros olhos, experimente experimentar, Amor nos atos, amor nas palavras, delicadeza no trato, ouvir mais que falar, concentrar a energia, domar o pensamento, estas são algumas metas interessantes que diariamente traço para mim. Quais as suas? Torço para que você também busque concretizar seus sonhos, torço para que não fique apenas na “janela” de sua vida, que você tenha a coragem necessária para desvendar a sua mensagem, de trilhar o seu caminho. No mais, te agradeço por chegar até aqui, agradeço pela companhia e pela amizade, agradeço por poder agradecer todos os dias a beleza de mais um despertar, mais um viver!

FELIZ VIDA NOVA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s